BROCHAR É BROCHANTE

Brochar é foda. A gente tenta levar na boa mas quem é homem sabe o que é. Derrota é a palavra que descreve bem a sensação. Vocês podem até achar que isso é machista porque na verdade é mesmo. Brochar é coisa de homem e toca num ponto chato e simples que é não ficar de pau duro na hora de praticar o sexo.  Se você ainda não brochou , leitor amigo , ou provavelmente você tem 12 anos (na punheta não vale) ou ainda simplesmente não aconteceu e , quando rolar – porque vai rolar – você poderá dizer com segurança a célebre frase: “Isso nunca me aconteceu antes !”. Por que essa frase é ridícula mesmo quando é verdade? Ter uma vida sexual e achar que não vai brochar de vez em quando é o mesmo que ter motocicleta e achar que não vai levar um tombo.

Me lembro que minha primeira brochada significativa foi quando eu ouvi uma música da banda Inimigos do Rei sobre um cara que brochava , que falava alguma coisa tipo: “O que é que ela vai dizer para suas amigas da minha performance sexual…”.  Essa música me tocou ao ponto de eu dar uma brochada quase performática e, lógico, com uma mulher que eu tava ainda na fase de “querer impressionar”.  Raramente a gente brocha com a nossa esposa. Se alguma vez rolou com sua mulher foi no inicio do namoro, na época que você tava querendo impressionar.

Nada pior para um homem que uma brochada pública. Isso significa basicamente brochar em suruba (se você não for exibicionista ou ator pornô). Isso é fatal porque “bacanal” não é uma coisa que aconteça todo dia , por isso , quando rola um e você brocha é uma queimação dupla: de filme e de cartucho. Sabe-se lá quando rola outro evento desses ? Mas isso não é nada perto do mico público. E o mico público não é nada quando você , como é meu caso, é uma pessoa pública. Aí, meu amigo, é caso de ter acompanhamento profissional e tudo. Já passei por isso e é extremamente desagradável. Principalmente porque, por mais que eu nem me lembre direito da cara daquelas pessoas,  pro resto da vida, quando eles me virem na TV vão pensar: “Alá o brochinha com voz de Ferris Bueller…” ou pior “Ih , conheço esse cara…é o Ptolomeu mini-sanfona congelada !”. É que nessas brochadas clássicas o pau murcha e fica gelado feito um picolé.

Amigos , uma dica. Quando você brochar, se conforme. Se for necessário senta na beira da cama e chora. Melhor que ficar forçando uma barra pra tentar comer a mulher. Bola pra frente, vira a página, dá linha, faz a fila andar. Tem muito mais problema na vida que uma simples brochadinha. Rolou? Veste sua roupa, leva a moça em casa (se puder ser no ponto do ônibus, melhor) e desencana! Fala aqui a voz da experiência. Não fica tentando porque, quase sempre depois de uma brochada vem ejaculação precoce. Aí é demais pra uma noite só…

23/07/2016

 

Outros posts de Nizo Neto:

 

Nizo Neto

Nizo é ator, comediante, dublador, ilusionista, escritor, radialista, diretor e marido da Tatiana.

9 comentários em “BROCHAR É BROCHANTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

* Você pode usar tags e atributos do HTML.

O E-mail é opcional.